Recentemente, a Warner Bros. transformou uma de suas atualmente mais populares séries em game Mobile: o resultado foi Westworld, produzido pelos estúdios da Behaviour Interactive, empresa designada pela WB para fazer o serviço. Até aí, tudo certo.

O problema mesmo começa quando comparamos o citado Westworld com Fallout Shelter, da Bethesda – tem muita gente por aí que jogou ambos e diz que um é escarrado a cópia do outro. Se você não conhece um dos dois - ou nenhum deles - é só conferir logo abaixo a comparação de ambas as telas:

Conhecida por proteger suas propriedades intelectuais com unhas e dentes (lembra-se deste caso aqui?), a Bethesda desta vez não parece simplesmente estar implicando com nomes como fez no passado: de fato o caso entre Shelter e Westworld parece claramente ser plágio. A queixa maior é que a Behavior (que fez o game adaptação da série) teria utilizado o mesmo código que a Bethesda utilizou para criar Fallout Shelter.

Mas, como já era de se esperar, a Warner Bros. oficialmente já pronunciou-se desmentindo isto:

"(...) As afirmações da Bethesda Softworks de que o game mobile [Westworld] da Warner usou indevidamente o código de Fallout Shelter são surpreendentes e infundadas. A Warner Bros. foi assegurada pela produtora do game, a Behaviour Interactive, que as alegações da Bethesda não são verdadeiras e que nenhum código da Bethesda foi usado no game de Westworld.”

Seja como for, o caso segue sem solução e deve mesmo chegar aos tribunais – local em que, até recentemente, PUBG e Fortnite também se enfrentaram. Naquele caso, a PUBG Corp simplesmente retirou o processo contra a Epic Games. Ainda não se sabe se houve ou não acordo entre as duas partes, ou se teria sido simplesmente desistência por parte da criadora de PUBG