Não se passou tanto tempo assim desde que o mundo inteiro só falava dos MOBAs, e League of Legends, DOTA 2, Heroes of the Storm, Smite e tantos outros eram as estrelas sob os holofotes. Mas os tempos mudaram rápido, e a bola da vez se transformou nos Battle Royales – assim nasceram PlayerUnknown's Battlegrounds, Fortnite, H1Z1, Apex Legends, os modos incluídos em Black Ops 4 e Battlefield V, e por aí vai a lista.

Como podemos observar, o mercado tende a seguir a moda do momento – um bom exemplo disso é a Epic Games, que abandonou seu MOBA Paragon para assumir de vez Fortnite como carro-chefe. Mas, nas palavras do famoso Shawn Layden, este é um caminho no qual a Sony não tem nenhum interesse.

Layden, que é responsável pelos 13 estúdios de desenvolvimento da PlayStation, disse em recente entrevista que a Sony não tem nenhuma intenção de embarcar na moda dos Battle Royale e prefere seguir por um caminho diferente, sempre focando-se em criar experiências de jogo intensas e de grande qualidade.

"Acho que o mundo já tem todo o Battle Royale que precisa no momento. Acredito que fizemos muito ao longo dos últimos três ou quatro anos para chegarmos atualmente a um ponto onde criamos menos games ao ano do que antes, mas nos quais gastamos mais tempo, mais energia, certamente mais dinheiro no processo de criação."

Para Layden, diversificar o catálogo de games do PS4 é vital para manter sempre o interesse dos jogadores nos lançamentos – além de, é claro, também garantir uma base de jogadores diversificada. Concorda com ele?