Em breve – mais precisamente em 25 de maio – teremos o tão aguardado Remaster do primeiro Dark Souls finalmente chegando ao Nintendo Switch, PS4, Xbox One e PC. E enquanto muitos só conseguem sonhar em como será bacana rejogar áreas clássicas como o Undead Burg e Anor Londo em gráficos supimpas, outros apenas se perguntam: será que vão corrigir aquele inferno de Blighttown?

Quem é veterano do game conhece bem aquele maldito trecho composto por lama venenosa e estruturas decrépitas de madeira podre, além de saber perfeitamente que aquela é a única área do jogo que faz o framerate cair horrores. O slowdown ali é pavoroso, o que atrapalha bastante a caminhada até a boss Quelaag ou o caminho para Great Hollow. E então – será que o Remaster vai acertar as coisas?

Como podemos ver no vídeo acima, gravado da versão do Switch por um jogador de bom coração durante a feira PAX East, ocorrida recentemente nos EUA, podemos respirar aliviados: não haverá mais queda de frames na infame Blighttown. O cara nos fez o favorzão de pegar sua Master Key e correr para lá logo no comecinho do game só pra conferir o local por completo.

Com isso, os veteranos Chosen Undeads mal podem esperar para colocarem suas mãos em Dark Souls Remaster. Você está entre estes?