Se você ganha muito bem em seu trabalho, parabéns! Mas todos sabemos que sair por aí revelando o valor do contra-cheque gordo que recebe ao final do mês não é apenas potencialmente perigoso, como também não é das atitudes mais bacanas e humildes.

Pois é, ocorre que um jogador profissional de League of Legends da Coréia chamado Junsik Bae, conhecido pelo apelido “Bang”, não pareceu ligar muito para isto e acabou se dando mal. Ele joga pelo time da SK Telecom T1, um dos maiores do mundo e favoritos da divisão League of Legends Champions Korea.

Em fevereiro deste ano durante uma stream, Bang não se conteve quando recebeu uma crítica de um expectador. O rapaz teria lhe dito que ele deveria “se esforçar mais”, pois Faker (seu colega de time na SKT1 e reconhecidamente um dos maiores pro players de LoL do mundo) teria recebido uma doação de 1 milhão de won sul-coreanos do Twitch.

A resposta de Junsik “Bang” Bae foi nada menos que arrogante: “Meu salário é maior do que o de cem pessoas como você. Fale por você mesmo e se esforce mais” gabou-se o jogador. Ele já teria arrependido-se e se desculpado pelo ocorrido em julho, mas a comissão da League of Legends Champions Korea não quis saber de papo e o puniu com uma advertência.

Caso algum membro da SKT1 dê mais alguma mancada, esta advertência recebida por Bang pode custar pontos do campeonato ao time.