Muitos foram os que especularam que o Nintendo Switch seria outro fracasso de vendas, que falharia como fez o Wii U. Mas todos eles estavam errados: lançado em março de 2017, o híbrido estourou em vendas e foi um dos maiores sucessos da empresa.

Diante disto, a Nintendo agora já não tem mais nenhuma dúvida: deverá continuar a apostar no mesmo caminho comercial que adotou nos últimos anos. Então se você esperava que a Big N iria acabar deixando a originalidade de lado para tentar bater o poder do PS4 e Xbox One, pode tirar o cavalo da chuva.

Tatsumi Kimishima, presidente da Nintendo, confessou que o sucesso de vendas do Switch pegou de fato a empresa de surpresa – mas que agora a meta é bater os 20 milhões de aparelhos vendidos até o final de março, quando completará 1 ano de vida.

Claro que o pequeno notável tirou a casa do Mario da difícil situação financeira deixada pelo Wii U, mas isto também serviu para reafirmar o compromisso de manter-se sempre “original e diferente” de suas concorrentes. Para você, este é mesmo o melhor caminho para a Nintendo?