Após o “não-tão-sucesso” do WiiU, a Nintendo ficou meio perdida entre os consoles. Nintendistas de carteirinha sempre tem bons argumentos para defender sua amada empresa, mas até os argumentos andavam a minguar.

Isso até a Big N anunciar que está trabalhando em seu novo console, atualmente chamado Nintendo NX (o que provavelmente ainda é um nome provisório). Encheu-nos de alegria, mas nos jogou um balde de água gelada ao anunciar que os primeiros detalhes sobre a nova máquina só começarão a surgir no ano que vem.

Bem, até lá, a Nintendo tem outra novidade na manga: um outro anúncio onde promete que vai enfiar a cara com vontade no mercado de games para dispositivos móveis (e não estamos falando de um 3DS novo ou algo do tipo).

Após aliar-se à DeNA – uma gigante no segmento de entretenimento mobile – a Nintendo afirmou que lançará algumas de suas maiores franquias para smartphones e tablets. O objetivo é popularizar ainda mais os games da empresa, criando experiências tanto casuais quanto viciantes (como é o caso de Candy Crush, por exemplo).

Em recente entrevista, o presidente da DeNA, Shintaro Asako, mostrou um otimismo incrível com a nova parceria. Para ele, aliando o milenar arsenal da Nintendo com a experiência na área da DeNA, nada é impossível: “Não me parece que estamos sonhando quando pensamos em 100 milhões de jogadores diários” afirmou. Asako também deixou claro de que os games que serão lançados para as plataformas mobile não serão adaptações de títulos já existentes e sim material totalmente novo e especialmente criado para os gadgets de bolso.

Com tanta coisa bacana anunciada, a Nintendo conseguiu novamente ascender entre os gamers (nintendistas ou não) e também no mercado financeiro, com uma alta de 21% em suas ações.

A Nintendo veio detonar mesmo com tantas novidades. Agora, será que tudo sairá ás mil maravilhas? Ou teremos outros WiiU?

...Ai está algo que somente o tempo poderá nos dizer. Fica a torcida positiva!