Com a recente polêmica das loot boxes em Star Wars Battlefront 2, novamente voltamos a encarar a realidade atual dos games: até onde vai a ganância das produtoras em continuarem a pedir por mais e mais grana mesmo depois da compra do jogo?

Neste exato momento, surge um mod para o clássico Doom dos PCs que leva a febre das microtransações ao mito dos FPSs – imagine se, no game original, cada caixa de item encontrada pelas fases necessitasse de uma chave comprada como conteúdo extra para ser aberta?

Parece um verdadeiro pesadelo, mas vale a pena assistir a esta bizarrice criada pelo modder Rip and Tear especialmente para protestas contra esta prática predatória:

Para ilustrar melhor, o mod chamado “Doom Loot Box” funciona da seguinte forma: ao invés de encontrar novos armamentos, coletes e munições a granel pelos estágios como o habitual, o jogador passa a se deparar com caixas de loot trancadas. Para abri-las e conseguir os power-ups, é necessário gastar-se uma chave.

Acontece que estas “chaves” são adquiridas raramente de inimigos mortos, o que torna Doom muito mais desafiador. Para fazer ainda mais paródia com as microtransações presentes nos games atuais, o jogador pode acessar uma “lojinha falsa” dentro do jogo moddado para conferir as “ofertas” de chaves vendidas como extras.

O protesto é muito inteligente e bem bolado – seria muito bom que produtoras como a Electronic Arts, Capcom, Ubisoft e tantas outras prestassem bastante atenção à ele...