Não é algo raro que um estúdio apresente um trailer (ou teaser) com gráficos espetaculares para criar uma tremenda expectativa nos jogadores, pra depois acabar entregando algo abaixo do demonstrado e decepcionar muita gente… Assim é o negócio dos video games. E os motivos podem ser muitos: de genuínas restrições técnicas que acabaram por impossibilitar que aquela antevisão do game se concretizasse, até pura preguiça ou afobação em lançar logo mesmo. Vai saber ao certo…

Neste artigo, listaremos quatro games onde infelizmente isso acabou rolando. Lembrando que nem em todos os casos o downgrade acabou atrapalhando a qualidade do game, que conseguiu ser muito bom mesmo não entregando “exatamente” aqueles lindos gráficos prometidos… Bora lá:

Crédito do vídeo: canal Nick930

Anthem

Já havíamos mencionado isto na outra lista em que citamos Anthem, mas o que rolou aqui foi algo tão notável que o game não poderia deixar de pintar nesta ocasião onde estamos especificamente falando sobre os downgrades gráficos mais absurdos.

Não dá pra não reparar na enorme diferença entre o que a BioWare/EA nos mostrou durante a E3 de 2017 para o game que finalmente pudemos jogar neste ano: diversas camadas de partículas e sombras a menos e uma movimentação nem assim tão natural dos personagens saltam aos olhos logo nos primeiros minutos de jogatina.

Infelizmente, como bem sabemos, este não foi o único motivo que garantiu à Anthem um lugar merecido entre as maiores decepções de 2019… Uma pena, de verdade.

Crédito do vídeo: canal Hero

Dark Souls II

A trilogia Dark Souls não é conhecida por decepcionar quem valoriza lindos gráficos. E embora Dark Souls II apresente uma bela ambientação, não dá pra negar de forma alguma que o game final perdeu muito de sua profundidade se comparado ao trailer apresentado pela From Software lá na E3 de 2013.

É só observar no vídeo acima: o nível de detalhamento e principalmente as sombras eram simplesmente espetaculares, conferindo à exploração um tom tenebroso e muito mais obscuro. A versão que chegou às prateleiras simplesmente parece “lavada” demais, sem aquela tônica tão impressionante.

Para explicar a gritante diferença, a From afirmou que não foi possível trabalhar com aquela qualidade gráfica superior em uma taxa de frames aceitável para os consoles (lembrando que o game foi lançado originalmente para o PS3 e Xbox 360), enquanto que no caso dos PCs, isto elevaria bastante a configuração mínima exigida da máquina para rodar Dark Souls II.

Crédito do vídeo: canal Nick930

Rainbow Six Siege

Muita gente pode nem lembrar deste “pequeno detalhe” ao ver o grande sucesso que Rainbow Six Siege faz até hoje tanto para jogadores casuais quanto no cenário profissional (esse game é o orgulho da Ubisoft no Esport), mas temos aqui mais um grande exemplo de downgrade gráfico quando comparamos a versão final com seu trailer de gameplay, apresentado lá na E3 2014.

Na demonstração, a ação contava com muito mais detalhamento e imersão: centenas de milhões de partículas (muitas delas ausentes no game que hoje jogamos) ajudavam a criar uma ambientação mais realista, deixando tudo enevoado e com uma iluminação que dava uma legítima sensação de ação. Somando isto a movimentação bem mais fluída dos personagens e destruições de cenário ainda mais detalhadas, tínhamos uma tremenda promessa caindo sobre nossas cabeças.

O resultado final ficou feio? Claro que não, mas também ficou longe de toda aquela exuberância realista mostrada em 2014. Ah, e também, sentimos falta daquele helicóptero maneiro…

Crédito do vídeo: canal Digital Foundry

Watch Dogs

E como fechar esta lista sem mencionar o talvez mais infame de todos os downgrades gráficos? Se a Ubi não entregou exatamente o que prometeu com Rainbow Six Siege, em Watch Dogs então ela simplesmente jogou todas as nossas expectativas pela janela sem dó nem piedade.

Quem poderia se esquecer de toda aquela beleza apresentada pelo estúdio francês durante a E3 2012? Aquela ventania varrendo as folhas nas ruas e balançando roupas e árvores, a casa noturna com efeitos de iluminação e fumaça magníficos, aquela chuva noturna… Ah, aquela chuva!

O resultado desta antecipação toda nós já sabemos: uma das maiores decepções da história dos games. Lembrando ainda que, infelizmente para a Ubisoft e (principalmente) para nós jogadores, não foi somente com gráficos feios que o primeiro Watch Dogs sofreu no final das contas.