Com a temporada 2020 da Fórmula 1 suspensa graças a pandemia de coronavírus, a FIA veio com uma ótima ideia para entreter os fãs do automobilismo: está usando o F1 2019, da Codemasters, para criar um campeonato virtual onde estão participando muitos dos pilotos reais guiando suas máquinas nas pistas do game. Bacana, não?

A maioria dos pilotos concordou com a iniciativa, e deverão participar de todas as corridas. Devido ao fato de alguns dos pilotos não serem muito familiarizados com videogames, os carros serão todos ajustados no game para terem rendimento idêntico, o que deve garantir mais emoção às provas.


A FIA ressalta, no entanto, que esta “temporada virtual” não substituirá a temporada normal, que ainda será retomada após a pandemia ter seu fim declarado. Os resultados obtidos pelos pilotos nestas corridas de F1 2019 também de nada valerão para o campeonato real - tudo não passa mesmo de uma iniciativa para manter vivo o interesse do público na Fórmula 1 nestes tempos de quarentena.

A primeira prova rolou neste último domingo, no circuito de Bahrain, contou com apenas 14 voltas (fora a qualifificação para o grid de largada) e mostrou um verdadeiro caos logo em sua primeira volta, com muitas colisões e acidentes. No entanto, os "sobreviventes" deste pandemônio inicial protagonizaram emocionantes disputas posição a posição, que contaram com comentários coesos e até mesmo técnicos (aplausos aos narradores pelo profissionalismo!).

O evento teve transmissão ao vivo pelo Facebook, Twitch e Youtube, nos canais oficiais da Fórmula 1. A chamada “temporada virtual” deve se estender até maio, podendo ser prorrogada dependendo da duração da pandemia.