Já é seguro dizer que a versão de FIFA 20 para o Nintendo Switch, a chamada Legacy Edition, é um dos games mais reprovados pelos jogadores na história recente. Que o diga o Metacritic, um dos maiores e mais conceituados portais críticos de games de toda a internet: por lá, a avaliação atual desta malfadada aventura futebolística segundo os usuários é atualmente de apenas 1.2, com 5 avaliações positivas, 2 indecisas e 125 negativas! Entre os críticos especializados a situação não melhora, com este FIFA contabilizando até agora apenas 1 avaliação indecisa e 4 negativas (nenhum veículo avaliou o game de forma positiva ainda).

Ao que parece, não é exatamente por causa do chamado downgrade gráfico característico do Switch que FIFA 20: Legacy Edition está recebendo tantas críticas, mas sim pela completa ausência dos novos modos de jogo e elementos de jogabilidade que a EA implementou nas versões para as demais plataformas: no Switch, não há nem sombra do futebol de rua e de outras novidades no gameplay vistas nas versões para PS4 e Xbox One, por exemplo.

Os usuários estão culpando principalmente a EA pelo que chamam de “desleixo” e “falta de respeito” aos fãs de FIFA proprietários de um Switch. Na verdade, todas estas omissões já eram esperadas desde que foi anunciado que a versão do híbrido nintendista receberia o nome de “Legacy”, o que conota algo clássico, desprovido de alterações (e novidades).

As avaliações são algumas das mais raivosas a serem escritas ao Metacritic recentemente, com um dos mais revoltados usuários deixando por lá o seguinte comentário:

"FIFA 20 = FIFA 19 com skins 'atualizadas'. Por favor Konami, tragam PES ao Switch, estamos cansados do péssimo tratamento da EA!"

Será mesmo que isto foi “preguiça” da EA? Ou será que realmente fizeram tudo o que podiam pela qualidade de FIFA 20 no Switch?