Anualmente ocorre na Califórnia, EUA, a Game Developers Conference (GDC), evento que reúne a maioria das maiores produtoras e estúdios de games do mercado. Como é de costume, a organização promove uma pesquisa pré-evento entre estas produtoras para criar uma espècie de “termômetro de interesse” para o futuro próximo, e neste ano não foi diferente.

No gráfico mais abaixo, vemos os resultados desta pesquisa: entre os consoles, o vindouro Playstation 5 parece liderar em termos de interesse de criação de games, seguido pelo Nintendo Switch (console que apresentou um desempenho comercial formidável em 2019) e pelo Xbox Series X, que já foi apresentado pela Microsoft.

Mesmo bastante popular entre os estúdios, o PS5 não ficou nem perto do primeiro colocado na pesquisa: o PC. A grande facilidade (inclusive refletindo-se em custos menores) em se criar e inovar nos games para o PC ainda são extremamente atraentes não apenas para grandes estúdios, como também para menores e iniciantes.

Confira todos os resultados:

A provável explicação para o grande interesse demonstrado no PS5 em comparação ao próximo Xbox são os números: o PS4 levou a melhor comercialmente falando sobre seu "concorrente de prateleira", o Xbox One, tornando-se um fenômeno de vendas e popularidade. O mesmo vale para o caso do Switch que, como já mencionado, teve em 2019 um ano de grande sucesso. Será que nesta geração a Microsoft será capaz de virar a mesa? 

Também é interessante notar as reservas que as produtoras guardam em relação à “revolução” prometida pelo Google Stadia - os inúmeros relatos de games com lag mesmo em conexões de internet de última geração não ajudam em nada a fazer este conceito de insegurança mudar.