Lembra do apresentador de TV que mostrou um gameplay do Forza achando ser um teste de pilotagem pra ser motorista do presidente americano? Pois parece que brasileiro gosta mesmo de passar vergonha, pois desta vez um deputado do PT achou que um vídeo retirado do game mobile AC-130 Gunship Simulator: Special Ops Squadron fosse, na verdade, uma gravação do ataque das forças militares dos EUA que culminou na morte do general iraniano Qassim Suleimani.

Carlos Zarattini, deputado pelo PT de São Paulo, foi ao Twitter postar as supostas “imagens do ataque” sem nem parar por um segundo para analisar mais a fundo a bobagem que estava por fazer - afinal de contas, há uma grande diferença entre a vida real e gráficos de um game para celular lançado originalmente em 2014… Com o vídeo, Zarattini postou ainda algumas palavras:

“Massacre Brutal. Veja como os drones americanos mataram o general Qassim Suleimani.”

O trecho da ação postado pelo petista foi extraído de um gameplay como o do vídeo acima. Não é mais possível ver a postagem original pois assim que percebeu a bobagem que havia feito, Carlos Zarattini imediatamente deletou sua publicação. Mas já era tarde demais para evitar a zueira: não foram poucos os que gargalharam às custas do erro do deputado, enquanto outros mais sérios o acusaram de estar espalhando “fake news”.

Nunca é tarde pra nos lembrar que o Partido dos Trabalhadores já protagonizou outro evento bastante desconcertante envolvendo games em um passado não muito distante. Ah, essa vontade que a galera tem de postar besteira antes de ter certeza…