Muita gente acredita que a franquia Assassin’s Creed tenha sido uma espécie de “evolução natural” do clássico Prince of Persia, e que a Ubisoft já havia se conformado em deixar Splinter Cell como um IP “dormente” a ser usado aqui e acolá em participações – como foi no caso do evento de Ghost Recon: Wildlands –, mas esta não parece ser a verdade para a Ubisoft. Pelo contrário: o estúdio parece querer muito que ambas as séries voltem a estrear novos capítulos.

Em recente entrevista, o diretor de criação da Ubisoft, Serge Hascoet, afirmou que “adora” Prince of Persia, mas que por hora não pode divulgar nenhuma informação sobre o destino da franquia. “Estamos lutando por recursos. Não é uma questão de vontade, é uma questão de meios” – disse ele.

Créditos do vídeo: canal GamingElite

Já no caso de Sam Fischer e seu Splinter Cell, é o próprio CEO da Ubi, Yves Guillemot, que fala sobre a vontade do estúdio em retornar com a série de espionagem que, em seus tempos áureos, chegou a disputar em pé de igualdade com Metal Gear Solid. Foi durante a E3 2018 que Guillemot afirmou que definitivamente um novo Splinter está nos planos, mas parece que este IP sofre do mesmo bloqueio que atualmente impede o retorno de Prince of Persia: a falta de recursos.

No momento, a Ubisoft concentra-se em Assassins Creed Odyssey e The Division 2, mas é bom saber que as boas e velhas franquias dos tempos de PS2 ainda estão nos planos da empresa.