Nós bem sabemos que Fallout 76 talvez seja o mais mal-fadado lançamento de 2018 graças às toneladas de bugs e polêmicas negativas em torno do game. Mas bem quando pensamos que a poeira já havia baixado, eis que surge mais alguma coisa pra nos fazer falar novamente deste Fallout multiplayer.

A bola da vez é uma sala secreta, destinada somente ao uso dos desenvolvedores. Nela, o jogador pode encontrar absolutamente todos os itens do game – inclusive muitos que ainda nem foram lançados e que devem integrar alguma DLC no futuro. O que os jogadores maliciosos estão fazendo é acessar esta sala, enviar os itens e equipamentos raros e ainda não lançados a outras contas para depois os duplicarem (utilizando outro glitch). Estas cópias são vendidas em sites como o eBay por preços que as vezes passam dos 70 euros!

Crédito do vídeo: canal PolterGeist

Para tentar inibir esta prática em Fallout 76, a Bethesda está suspendendo as contas que já acessaram a sala proibida. Para que a conta seja liberada, é necessário que o jogador responda um e-mail enviado pela desenvolvedora explicando exatamente o que fez para entrar no local, o que deve ajudar a Bethesda a encontrar e corrigir a falha.

Mesmo com as punições já aplicadas, a sala continua sendo amplamente explorada pois, embora a conta que efetivamente entre no espaço proibido de Fallout 76 seja suspensa, o mesmo não acontece com as contas que recebem os itens exclusivos enviados. Já para o caso do glitch de multiplicação, os desenvolvedores prometem que este logo será corrigido através de um patch.