Semana passada, noticiamos aqui que uma comissão especial na Bélgica estava avaliando se Star Wars Battlefront 2 deveria ou não ser classificado como jogo de azar, graças às suas polêmicas loot boxes. Todo este barulho apenas uniu-se às toneladas de reclamações vindas de jogadores ao redor do mundo que apenas ajudavam a detonar a Electronic Arts pelo sistema “abusivo” de microtransações adotado no game.

Bem, parece que essa revolta toda surtiu algum efeito: o próprio CEO da Disney (detentora dos direitos sobre Star Wars) Robert Iger teria instruído o CEO da Electronic Arts, Andrew Wilson, a retirar imediatamente o sistema de microtransações de Battlefront 2.

A retirada, no entanto, não deverá ser permanente – somente deverá durar até que a EA repense neste sistema de microtransações. Apesar de muitas fontes internacionais confirmarem a informação, a própria EA disse que não comentará nada a respeito.

Você aí, que está jogando Battlefront 2, já reparou em alguma diferença? Prefere mesmo que este sistema de loot boxes seja completamente refeito?